Empire State Building ou One World Observatory - Comparando os dois e o que você precisa saber

Empire State Building x One World Observatory? Comparamos as duas experiências para que você possa escolher qual é a mais adequada para você.
Por Carolina Oliveira

Apesar de os dois prédios estarem localizados em Manhattan, oferecem vistas e experiências diferentes. Veja a seguir nossa lista de diferenças básicas e similaridades entre as duas atrações.

Quais são as principais diferenças entre o Empire State Building e o One World Observatory?

Ambos os observatórios estão localizados em grandes atrações culturais em Nova York e ambos têm muito a oferecer aos visitantes, seja para quem gosta de arte, cultura, arquitetura ou apenas uma bela vista do céu e da paisagem urbana da cidade de Nova York.

Apesar de os dois prédios estarem localizados em Manhattan, oferecem vistas e experiências diferentes. Veja a seguir nossa lista de diferenças básicas e similaridades entre as duas atrações. A lista foi organizada da seguinte forma:

  • O que está incluído no ingresso geral
  • Localização
  • Vista da cidade Nova York
  • História do prédio
  • Dicas para visitar

Pensando em visitar o Empire State Building ou o One World Observatory?

 

Ao usar um passe Go City® você economiza na entrada para o Empire State Building e na entrada para o One World Observatory, além de poder escolher dentre outras atrações populares de Nova York.

Outra alternativa divertida é o Top of the Rock, que também oferece vistas aéreas deslumbrantes da cidade e também está disponível no passe.

Confira nosso post no blog Top of the Rock ou Empire State Building para mais informações sobre essas atrações.

O que está incluído na admissão geral:

As duas atrações incluem entrada para o próprio observatório, assim como áreas especiais de exposições dentro do edifício. Para ajudar a comparar os dois, aqui está um resumo do que a admissão geral inclui em cada atração.

Entrada geral para o Empire State Building

 

  • Acesso ao mirante, um espaço de observação com deck aberto no 86o andar. Este lugar foi cenário de vários filmes e séries de televisão, então você provavelmente reconhecerá o espaço.
  • Exposições multimídia, incluindo a exposição de Sustentabilidade e a exposição Dare to Dream. A Exposição de Sustentabilidade destaca os esforços do Empire State Building para reduzir emeissão de carbono e o uso de energia em quantidades significativas e diminuindo seus custos de energia. Esta é uma importante exposição imperdível para qualquer pessoa interessada em construções verdes ou questões ambientais em geral. A exposição Dare to Dream é uma fascinante coleção de documentos históricos, fotografias, desenhos arquitetônicos e muito mais, que contam a história de como este edifício icônico foi concebido, projetado e construído no início do século XX.
  • O famoso lobby Art Deco é um dos poucos interiores de edifícios em Nova York a ser oficialmente designado como um marco histórico. Restaurado em toda a sua glória em 2009, este impressionante lobby apresenta lindos murais no teto (completos com folha de ouro de 24 quilates) e uma imagem 3-D do próprio edifício na parede acima da recepção da Quinta Avenida.
  • O novo Centro de Visitantes, localizado no segundo andar do edifício é onde você pode se apresentar à atração e saber mais sobre o layout, além de processar sua admissão.
  • Um passeio de elevador que vai do 2o andar ao 86o em menos de um minuto.

Entrada geral para o One World Observatory

 

  • Acesso à exposição de fundação do edifício (no primeiro andar), que permite caminhar pelo alicerce sobre o qual o edifício foi construído.
  • Um passeio de elevador SkyPod com um lapso de tempo digital que destaca 5 séculos da paisagem em evolução da cidade de Nova York.
  • SEE FOREVER THEATERTM, uma experiência audiovisual que explora o horizonte de Nova York
  • Entrada para o observatório principal no 100o andar, que oferece vistas panorâmicas de 360 graus de Manhattan, Brooklyn, Nova Jersey e muito mais.
  • Observatório: Sky Portal, que é uma plataforma de vidro transparente que permite que você olhe 100 andares abaixo de seus pés para a cidade abaixo de você.

Localização

Ambos os edifícios são encontrados em Manhattan, mas são aproximadamente seis quilômetros de distância um do outro.

Empire State Building: localizado no centro de Manhattan, perto da Penn Station, do Grand Central Terminal e da icônica loja de departamentos de Nova York Macy's.

Observatório One World Observatory: localizado próximo ao ponto mais ao sul de Manhattan, próximo ao distrito financeiro e à orla.

Comparando as vistas panorâmicas

Embora esses dois decks de observação não estejam muito distantes geograficamente, eles oferecem vistas distintas e perspectivas únicas.

Na parte sul de Manhattan, perto da água, o One World Observatory tem excelentes vistas do distrito financeiro abaixo, do Rio Hudson e do East River e do nordeste de Nova Jersey (incluindo Lady Liberty).

O Empire State Building, por outro lado, oferece vistas deslumbrantes do centro de Manhattan, do Chrysler Building, ao norte até o Central Park e ao sul até a Estátua da Liberdade.

O One World é completamente fechado, enquanto o Empire State Building tem tanto decks de observação ao ar livre quanto fechados. Tenha em mente que ambos os edifícios oferecem vistas do horizonte que incluem o outro edifício. Ou seja, dá para ver o Empire State Building do One World e vice-versa.

Vista do Empire State Building

 

O observatório principal do Empire State Building fica no 86o andar, oferecendo vistas estelares do Central Park, Hudson e East Rivers, Brooklyn Bridge, Times Square e Estátua da Liberdade, bem como a riqueza de atrações na Midtown e Lower Manhattan. Por isso, do Empire State Building você pode ver o One World Trade Center.

Vista do One World Observatory

 

O mirante fica no 100 andar do One World e oferece vistas incríveis do Chrysler Building, Grand Central Terminal, Flat Iron Building, Ponte do Brooklyn, Estátua da Liberdade, outros prédios do One World Trade Complexo central e no distrito financeiro, e muitos edifícios abaixo do deck de observação podem ser vista pela plataforma de vidro. Ah, e do One World Observatory você pode ver o Empire State Building.

História

O Empire State Building

 

Iniciado em 1930 e oficialmente aberto ao mundo em 1931, o Empire State Building completa um século. A empresa de arquitetura Shreve, Lamb & Harmon Associates foi responsável pelo projeto e construção do edifício e as luzes foram primeiro iluminadas por um botão pressionado pelo presidente Hoover em Washington, DC.

Ele foi construído como um monumento ao progresso industrial americano e foi considerado uma das sete maiores conquistas arquitetônicas dos Estados Unidos em 1955. O saguão (agora restaurado à sua beleza original) era um modelo da arquitetura Art Déco e representa algumas obras impressionantes das contribuições artísticas para o edifício.

Hoje, o edifício abriga uma variedade de empreendimentos comerciais (incluindo restaurantes que valem a pena o seu tempo e dinheiro para visitar – mesmo apenas para um coquetel ou dois), bem como o deck de observação e exposições históricas. Fica na Quinta Avenida.

O One World Observatory

 

Com a conclusão de sua construção em 2013, o One World é mais recente que o Empire State Building. Atualmente, é o segundo edifício mais alto do Hemisfério Ocidental e o sexto mais alto do mundo.

Este mirante foi criado como parte dos esforços de reconstrução após a tragédia do World Trade Center em 11 de setembro de 2001. Hoje o edifício também serve como um local principalmente comercial, embora também abrigue exposições históricas e o mirante em si.

Dicas para visitar o Empire State Building e o One World Observatory

Dicas para visitar o Empire State Building

  • Dica: os horários populares se esgotam cedo! Reserve sua visita com antecedência para garantir a data e horário preferidos para o seu passeio. É importante frisar que as visitas durante o pôr-do-sol têm custo adicional. Recomendamos visitar após este horário para aproveitar vistas deslumbrantes de Manhattan iluminadas à noite!
  • Reserve pelo menos uma hora para ver as exposições e o mirante – sem contar o tempo para fila e checagem de segurança.
  • Depois de conferir no segundo andar, vá direto para a Exposição de Sustentabilidade.
  • Baixe o aplicativo GRATUITO antes de sua visita para aproveitar ao máximo sua viagem, disponível para a maioria dos dispositivos.
  • Pule a fila da bilheteria com seu passe e chegue ao topo mais rápido.
  • Leve uma câmera ou um smartphone para tirar fotos e planeje aproveitar os binóculos enquanto estiver lá em cima.
  • Vista-se de acordo com o clima.
  • Se você quiser tirar fotos do pôr do sol sobre a cidade, não deixe de chegar com antecedência – as filas serão mais longas a essa hora do dia e há custo adicional.

Dicas para visitar o One World Observatory

  • Dica: visite no meio da manhã ou à noite e durante a semana. O tempo de espera nesses horários é menor.
  • A segurança é muito completa, então esteja preparado para se submeter a uma triagem no estilo de aeroporto.
  • Traga uma câmera ou binóculos para ver as melhores vistas; tenha em mente que dias nublados limitarão sua visibilidade, especialmente porque você está tão perto da água.
  • Enquanto estiver na área, considere visitar o Memorial e Museu do 11 de Setembro, que homenageia as 3 mil vidas perdidas em 11 de setembro de 2001.
  • Novamente, se você quiser tirar fotos do pôr-do-sol, chegue bem antes.

Resumindo (as diferenças principais)

Cada uma dessas atrações é incrivelmente popular entre os turistas, mas ambas oferecem diferentes pontos de vista e perspectivas culturais.

O Empire State Building é uma estrutura histórica – talvez um dos edifícios mais famosos do mundo – e possui uma história incrível que remonta a meados do século XX.

O One World Observatory é muito mais novo, mas tem uma história própria por causa de seus laços com os ataques terroristas de 11 de setembro. O Empire State Building oferece vistas de Manhattan, então você verá mais coisas como o Central Park e os museus famosos do que no One World Observatory.

Por outro lado, o One World Observatory fica mais ao sul de Manhattan, então você verá mais água e Nova Jersey e Brooklyn, além do fato de que a Estátua da Liberdade está mais próxima.

Visite o Empire State Building e economize nos preços de ingressos

Não esqueça - o passe para Nova York com Go City® é sua escolha inteligente para economizar e ter flexibilidade para escolher o que quer ver em Nova York. Você tem entrada para o Empire State Building e entrada para o One World Observatory, além de ingressos para outras atrações principais da cidade para ver no seu próprio ritmo.

Entre as opções estão atrações como a Estátua da Liberdade e Ellis Island, o Top of the Rock, o Memorial e Museu do 11 de Setembro, vários passeios de ônibus e muito mais.

Com o Explorer Pass, você pode economizar muito na entrada combinada usando o passe em comparação ao preço de ingressos individuais – como não amar?

Continuar lendo

Blog

Museu Metropolitano de Arte vs Museu de Arte Moderna

A cidade de Nova York é lar de alguns dos maiores museus de arte do mundo. Isso é indiscutível. Mas se você só tiver tempo para visitar um museu na sua viagem a Nova York, como escolher entre os dois maiores – o Museu Metropolitano de Arte ou o Museu de Arte Moderna? Para ajudar você a comparar esses dois importantes museus de arte, montamos um post que mostra suas semelhanças e diferenças nas seguintes áreas: O que está incluído na admissão geral Localização Exposições populares Exposições Temporárias Dicas para visitar Qual museu visitar? O MET ou o MoMA? Antes de comparar essas duas joias, vale lembrar que é possível economizar em ingressos usando passes turísticos como os passes Go City. É uma ótima alternativa para economizar nessas e em outras atrações de Nova York em vez de pagar ingressos individuais. Se você é um grande fã de arte, outros grandes museus de arte em Nova York incluem o Whitney Museu de Arte Americana, o Museu Guggenheim, os dois museus irmãos do MET (MET Breuer e o Cloisters) e muito mais. Adquira acesso a alguns ou a todos esses principais museus com o passe Go City Nova York! Mas se a viagem é muito curta e você realmente só poderá visitar um museu, confira nosso comparativo para decidir a melhor opção de acordo com os seus interesses. O que está incluído na admissão geral: Ambos os museus oferecem acesso às suas exposições permanentes, lojas de presentes e restaurantes com entrada geral. Algumas especificidades de cada museu estão incluídas abaixo. Entrada geral para o MET Todas as exposições regulares, incluindo Arte Egípcia, Armas e Armaduras, Pinturas Europeias e muito mais. Acesso ao Met Breuer e ao Met Cloisters por três dias consecutivos. Todas as exposições temporárias e especiais, salvo se houver indicação em contrário. Acesso às opções gastronômicas e de compras. Crianças até 12 anos têm entrada gratuita. Entrada geral para o MoMa Todas as exposições regulares, incluindo suas famosas coleções de fotografias e pinturas. Todas as exposições temporárias e especiais, salvo indicação em contrário. Acesso aos restaurantes e lojas. Crianças até 16 anos têm entrada gratuita. É necessário fazer reservas antecipadamente. Visite o site do MoMA para reservar a data e a hora da sua visita. Localização Ambos os museus estão localizados em Manhattan, a uma curta distância de muitos hotéis localizados no centro e podem ser acessados a pé ou a curta distância de transporte público, dependendo de onde você está vindo. O Museu Metropolitano de Arte O MET está localizado na 1000 Fifth Avenue, no lado leste do Central Park. Fica no bairro conhecido como Upper East Side (UES) e fica do outro lado do parque do Museu Americano de História Natural (outra opção cultural popular na cidade). Também fica a apenas alguns quarteirões ao sul do Museu Guggenheim, para os amantes da arte. Esta área também é conhecida como a Museum Mile de Manhattan. O Museu de Arte Moderna A principal filial do MoMA está localizada na 11 West 53rd Street, na Midtown Manhattan. Fica ao sul do Central Park, bem perto do movimentado bairro da Times Square. Fica muito perto de outras atrações populares, como o Top of the Rock, o Radio City Music Hall, o Madame Tussauds e as exposições no Discovery Times Square. Exposições populares O Met e o MoMA têm muitas exposições interessantes para oferecer aos visitantes. De um modo geral, as coleções do MoMA passam por mais rotações do que as coleções do MET, pois têm menos espaço de galeria em sua localização principal. Exposições populares no MET O MET é o maior museu dos Estados Unidos, com mais de 2 milhões de obras em suas coleções permanentes. É difícil destacar apenas algumas peças individuais, então essa comparação se concentrará em suas galerias de exposições e suas coleções mais famosas. Arte egípcia: apresenta de tudo, desde joias a múmias e um túmulo real. Artes da África, Oceania e Américas: inclui pinturas rupestres indígenas de 40 mil anos da Austrália. Arte asiática: caligrafia e pintura chinesas, esculturas indianas e uma réplica do jardim da dinastia Ming são destaques desta coleção. Pinturas Europeias: essas galerias estão entre as mais visitadas e incluem artistas como Vermeer, Peter Paul Rubens, Jan van Eyck, Paul Cézanne, El Greco e muito mais. Arms & Armor: este é um favorito perene, com armaduras e espadas completas. The American Wing: de artes decorativas a esculturas e pinturas, esta é uma grande parte do museu. Arte Grega e Romana: excelente coleção de escultura, peças domésticas como vasos ou joias, peças funerárias, entre muitas outras. Outras áreas importantes de aquisição para o MET incluem arte islâmica, fotografias, têxteis, desenhos e gravuras, instrumentos musicais e muito mais. E enquanto suas instituições irmãs hospedam a maior parte da arte moderna e da arte medieval, também existem algumas representações desses campos aqui. Exposições populares no MoMa O MoMA tem mais de 200 mil obras de arte contemporânea em suas coleções, embora apenas uma parte delas esteja em exibição em determinado momento. Eles também oferecem exposições especiais frequentes que mostram elementos específicos da coleção ou itens emprestados de outros lugares. Alguns dos destaques das coleções incluem: Vincent van Gogh, The Starry Night (1889) Pablo Picasso, Les Demoiselles d’Avignon (1907) Salvador Dali, The Persistence of Memory (1931) Frida Kahlo, Self-Portrait with Cropped Hair (1940) Roy Lichtenstein, Drowning Girl (1963) Claude Monet, Water Lilies Andy Warhol, Campbell’s Soup Cans (1962) Henri Matisse, The Dance I (1909) Umberto Boccioni, The Dynamism of a Soccer Player (1913) Outros pontos fortes da coleção incluem trabalhos de Andrew Wyeth, Jackson Pollock, René Magritte, Jasper Johns, Paul Gauguin e muitos outros. Exposições temporárias Como dois dos museus mais famosos do mundo, você pode esperar que suas listas de exposições temporárias impressionem. As exposições temporárias do MoMA nunca deixam de estrear talentos de renome mundial ou o melhor do que está por vir. No Met você pode esperar os melhores clássicos de todo o mundo, com curadoria das formas mais sensíveis e ponderadas. Dicas para visitar Embora você certamente possa visitar os dois museus e passar momentos inspiradores e agradáveis, existem algumas dicas que podem ajudar a aproveitar ao máximo sua visita. Veja abaixo nossas dicas sobre como visitar o MET e o MoMA. Dicas para visitar o MET Met é o mais movimentado na hora do almoço e depois, então planeje visitar o mais cedo possível. Faça um orçamento em 2-3 horas para explorar (mais se você for um amante de arte dedicado). Planeje com antecedência! Consulte o mapa do museu e planeje com antecedência o que deseja ver. É um espaço enorme e você realmente precisará de pelo menos uma ideia aproximada do que espera ver. Eventos periódicos, passeios especializados e atividades infantis também são uma parte popular da experiência completa do Met! Consulte o calendário de eventos antes de sua visita para ver o que está acontecendo. Os eventos podem ter um custo adicional. A fotografia é permitida em algumas galerias, mas proibida em outras, portanto, verifique antes de tirar uma foto. Nunca use flash. Se você gostou de algo na loja de presentes, lembre-se de que pode não estar disponível online. Dicas para visitar o MoMA É necessário fazer reservas antecipadamente. Visite o site do MoMA para reservar a data e a hora da sua visita. Baixe o aplicativo de áudio do MoMA para aproveitar ao máximo sua visita. A fotografia é permitida em algumas galerias, mas o uso de flash nunca é permitido. Verifique se há sinais ou peça para ver se você pode fotografar uma exposição específica. O MoMA também oferece tours familiares e workshops, bem como estações de atividades em galerias selecionadas e curtas-metragens. A maioria das atividades para crianças está incluída na admissão geral. Considere jantar no museu se tiver tempo em seu itinerário. Além das opções gastronômicas mais casuais em estilo de museu, Café 2 e Terrace 5, o MoMA também possui o The Modern, um restaurante com duas estrelas Michelin. Por causa de sua oferta de entrada gratuita nas noites de sexta-feira, as sextas-feiras entre 4 e 8 são alguns dos horários mais movimentados para visitar. Considere visitar outro momento para evitar as multidões. A loja de presentes deles tem uma vitrine online, mas eles não vendem todas as mesmas coisas online que vendem pessoalmente. Tenha isso em mente ao caçar souvenirs! Em resumo (as maiores diferenças entre o MET e o MoMa) Ambas as instituições são museus de classe mundial que qualquer amante de arte ou cultura deve visitar pelo menos uma vez na vida, mas também têm diferenças importantes. O Met é de longe maior, com mais espaço de galeria e coleções maiores. Ambos oferecem acesso a exposições especiais com entrada geral, embora ambos também realizem eventos especiais que podem ter custos adicionais. O Met tem um foco amplo, apresentando tudo, desde a arte do mundo antigo até a fotografia contemporânea (embora a maior parte de suas coleções contemporâneas possa ser encontrada no Met Breuer). O MoMA é especializado em arte moderna e contemporânea. O Met oferece mais opções gastronômicas, incluindo um restaurante sofisticado e vários cafés. O MoMA também possui um restaurante altamente cotado, com apenas duas opções casuais. Visite o Met e/ou o MoMA e economize na admissão Esperamos que essas informações tenham ajudado a decidir qual museu visitar, mas a nossa opinião sincera é que ambos são imperdíves. E para economizar, sugerimos escolher opções de passe Go City® para entrar em atrações combinadas ao visitar as principais locais da cidade. Outras opções de atrações no passe incluem o Top of the Rock, o Empire State Building, Madame Tussauds New York, o Memorial e Museu do 11 de Setembro, o Museu Americano de História Natural e muito mais. Os amantes da arte também podem se interessar pelo Guggenheim Museum, Whitney Museum of American Art e Brooklyn Museum & Botanical Gardens, todos incluídos como opções nos passes Go City®. xplorer Pass.
Carolina Oliveira

Desconto de 5% por nossa conta!

Inscreva-se para nossa newsletter e ganhe descontos exclusivos, inspirações de viagem e atualizações sobre atrações direto na sua caixa de entrada.

  • Thick check Icon